Redes

Allan Kardec

sábado, 20 de outubro de 2012

Palestra de deste sábado 20/10/2012 no CEJN com Herculano Pereira

Hoje a partir das 20horas no Centro Espírita Jesus de Nazareth, teremos como orador o  expositor Herculano com a temática "A influência dos espiritos em nossos pensamentos".

1º EMESS - Santa Luzia-PB


No dia 20 de outubro será realizado o 1º. EMESS – Encontro Médico Espírita do Sertão e Seridó. O evento será realizado na cidade de Santa Luzia, na região do Vale do Sabugi, no Fórum Francisco Seráphico da Nóbrega e contará com a presença dos médicos e palestrantes espíritas: Islan Nascimento, Marcos Sodré, Santana Florindo, Alexandre Magno, Mônica Rodrigues, Marcos Paterra e Carlos Roberto.
O evento é realizado pela Coordenadoria Regional Espírita do Sertão e tem o apoio da FEPB, da Associação Médico Espírita-PB, da Associação Médico Espírita de Campina Grande, da Unimed e do Clube do Livro Espírita de Patos. A entrada é gratuita.

Medicina Reconhece Obsessão Espiritual

Código Internacional de Doenças (OMS) inclui influência dos Espíritos


Dr. Sérgio Felipe de Oliveira com a palavra: Ouvir vozes e ver espíritos não é motivo para tomar remédio de faixa preta pelo resto da vida... Até que enfim as mentes materialistas estão se abrindo para a Nova Era; para aqueles que queiram acordar, boa viagem, para os que preferem ainda não mudar de opinião, boa viagem também...
Uma nova postura da medicina frente aos desafios da espiritualidade. Vejam que interessante a palestra sobre a glândula pineal do Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, médico psiquiatra que coordena a cadeira de Medicina e Espiritualidade na USP:
A obsessão espiritual como doença_da_alma, já é reconhecida pela Medicina. Em artigos anteriores, escrevi que a obsessão espiritual, na qualidade de doença da alma, ainda não era catalogada nos compêndios da Medicina, por esta se estruturar numa visão cartesiana, puramente organicista do Ser e, com isso, não levava em consideração a existência da alma, do espírito. No entanto, quero retificar, atualizar os leitores de meus artigos com essa informação, pois desde 1998, a Organização Mundial da Saúde (OMS) incluiu o bem-estar espiritual como uma das definições de saúde, ao lado do aspecto físico, mental e social. Antes, a OMS definia saúde como o estado de completo bem-estar biológico, psicológico e social do indivíduo e desconsiderava o bem estar espiritual, isto é, o sofrimento da alma; tinha, portanto, uma visão reducionista, organicista da natureza humana, não a vendo em sua totalidade:mente, corpo e espírito.
Mas, após a data mencionada acima, ela passou a definir saúde como o estado de completo bem-estar do ser humano integral:
biológico, psicológico e espiritual. Desta forma, a obsessão espiritual oficialmente passou a ser conhecida na Medicina como possessão e estado_de_transe, que é um item do CID - Código Internacional de Doenças - que permite o diagnóstico da interferência espiritual Obsessora. O CID 10, item F.44.3 - define estado de transe e possessão como a perda transitória da identidade com manutenção de consciência do meio-ambiente, fazendo a distinção entre os normais, ou seja, os que acontecem por incorporação ou atuação dos espíritos, dos que são patológicos, provocados por doença.
Os casos, por exemplo, em que a pessoa entra em transe durante os cultos religiosos e sessões mediúnicas não são considerados doença.
Neste aspecto, a alucinação é um sintoma que pode surgir tanto nos transtornos mentais psiquiátricos - nesse caso, seria uma doença, um transtorno dissociativo psicótico ou o que popularmente se chama de loucura bem como na interferência de um ser desencarnado, a Obsessão espiritual.. Portanto, a Psiquiatria já faz a distinção entre o estado de transe normal e o dos psicóticos que seriam anormais ou doentios. O manual de estatística de desordens mentais da Associação Americana de Psiquiatria - DSM IV - alerta que o médico deve tomar cuidado para não diagnosticar de forma equivocada como alucinação ou psicose, casos de pessoas de determinadas comunidades religiosas que dizem ver ou ouvir espíritos de pessoas mortas, porque isso pode não significar uma alucinação ou loucura.
Na Faculdade de Medicina DA USP, Dr. Sérgio Felipe de Oliveira, médico, coordena a cadeira (hoje obrigatória) de Medicina e Espiritualidade. Na Psicologia, Carl Gustav Jung, discípulo de Freud, estudou o caso de uma médium que recebia espíritos por incorporação nas sessões espíritas.Na prática, embora o Código Internacional de Doenças (CID) seja conhecido no mundo todo, lamentavelmente o que se percebe ainda é muitos médicos rotularem todas as pessoas que dizem ouvir vozes ou ver espíritos como psicóticas e tratam-nas com medicamentos pesados pelo resto de suas vidas.
Em minha prática clínica (também praticada por Ian Stevenson), a grande maioria dos pacientes, rotulados pelos psiquiatras de "psicóticos" por ouvirem vozes (clariaudiência) ou verem espíritos (clarividência), na verdade, são médiuns com desequilíbrio mediúnico e não com um desequilíbrio mental, psiquiátrico. (Muitos desses pacientes poderiam se curar a partir do momento que tivermos uma Medicina que leva em consideração o Ser Integral).
Portanto, a obsessão espiritual como uma enfermidade da alma, merece ser estudada de forma séria e aprofundada para que possamos melhorar a qualidade de vida do enfermo. Texto de Osvaldo Shimoda - Colaboração de CEECAL - Centro de Estudos Espírita Caminho da Luz - Matéria enviada por Blandina Pereira.

Quarta-feira, Abril 27, 2011
 

O GRUPO ESPÍRITA CORRENTE DO BEM ELEGE NOVA DIRETORIA PARA BIÊNIO 2011 A 2013

No dia 14 de abril de 2011 às 19 horas e trinta minutos, aconteceu na Sede do Grupo Espírita Corrente do Bem a eleição para compor a Diretoria referente ao biênio 2011 a 2013. Duas chapas concorreram ao pleito, que teve como vencedora a chapa 1. Assim, foram eleitos os seguintes irmãos: Presidente Francisco Costa Pinto, Vice-Presidente Sonia Barboza Reis, 1º Tesoureiro Rejane Helena Coutinho, 2º Tesoureiro Maria das Graças Luttigards, lª Secretária Elaine Cristina Nunes, 2ª Secretária Nelcinéa Cairo. Os conselheiros da nova Diretoria serão: Ivanise da Conceição Pereira, Robério Cordeiro da Silva e Viraldo Ribeiro. A posse da Diretoria eleita ocorreu no dia 28 de abril, às 19h30, concomitante à vibração pela passagem do aniversário de nascimento do Índio Pena Branca, um dos mentores da casa de Oração com energização de frutas que foram oferecidas aos presentes.
Parabenizamos os irmãos que abraçaram esta nova tarefa na seara do bem, mesmo tendo a consciência de que não é por acaso que algumas pessoas assumem esse posto. Assim, compreendendo o objetivo da Doutrina Espírita, ficará mais fácil o entendimento do compromisso assumido diante de Deus, na obrigação de cumprir com afinco e determinação a missão que lhes foi confiada. Paz e sabedoria para os escolhidos.

POEMA DA GRATIDÃO - Amélia Rodrigues, psicografia por Divaldo Pereira Franco.

Senhor Jesus, muito obrigada! Pelo ar que nos dás, pelo pão que nos deste, pela roupa que nos veste, pela alegria que possuímos, Por tudo de que nos nutrimos. Muito obrigada, pela beleza da paisagem, pelas aves que voam no céu de anil, pelas Tuas dádivas mil! Muito obrigada, Senhor! Pelos olhos que temos... Olhos que vêm o céu, que vêm a terra e o mar, que contemplam toda beleza! Olhos que se iluminam de amor, ante o majestoso festival de cor, da generosa Natureza! E os que perderam a visão? Deixa-me rogar por eles ao teu nobre Coração! Eu sei que depois desta vida, além da morte, voltarão a ver com alegria incontida... Muito obrigada pelos ouvidos meus, pelos ouvidos que me foram dados por Deus. Obrigada, Senhor, porque posso escutar o Teu nome sublime, e, assim, posso amar.
Obrigada pelos ouvidos que registram: A sinfonia da vida, no trabalho, na dor, na lida... O gemido e o canto do vento nos galhos do olmeiro, as lágrimas doridas do mundo inteiro
E a voz longínqua do cancioneiro... E os que perderam a faculdade de escutar? Deixa-me por eles rogar... Eu sei que no Teu Reino voltarão a sonhar. Obrigada, Senhor, pela minha voz. Mas também pela voz que ama, pela voz que canta, pela voz que ajuda, pela voz que socorre, pela voz que ensina, pela voz que ilumina... E pela voz que fala de amor, obrigada, Senhor!
Recordo-me, sofrendo, daqueles que perderam o dom de falar e o teu nome sequer podem pronunciar!... Os que vivem atormentados na afasia e não podem cantar nem à noite, nem ao dia... Eu suplico por eles sabendo que mais tarde, no Teu Reino, voltarão a falar.
Obrigada, Senhor, por estas mãos, que são minhas alavancas da ação, do progresso, da redenção. Agradeço pelas mãos que acenam adeuses, pelas mãos que fazem ternura, e que socorrem na amargura; pelas mãos que acarinham, pelas mãos que elaboram as leis e pelas que as feridas cicatrizam retificando as carnes partidas, a fim de diminuírem as dores de muitas vidas! Pelas mãos que trabalham o solo, que amparam o sofrimento estancam lágrimas, pelas mãos que ajudam os que sofrem os que padecem... Pelas mãos que brilham nestes traços, como estrelas sublimes fulgindo nos meus braços! ...E pelos pés que me levam a marchar, ereto, firme a caminhar, pés da renúncia que seguem humildes e nobres sem reclamar. E os que estão amputados, os aleijados, os feridos e os deformados, os que estão retidos na expiação por crimes praticados noutra encarnação, eu rogo por eles e posso afirmar que no Teu Reino, após a lida desta dolorosa vida, poderão bailar e em transportes sublimes com os seus braços também afagar. Sei que lá tudo é possível quando Tu queres ofertar, mesmo o que na Terra parece incrível! Obrigada, Senhor, pelo meu lar, o recanto de paz ou escola de amor, a mansão de glória Ou pequeno quartinho, o palácio ou tapera, o tugúrio ou a casa de miséria! Obrigada, Senhor, pelo amor que eu tenho e pelo lar que é meu...
Mas, se eu sequer nem um lar tiver ou teto amigo para me abrigar nem outra coisa para me confortar, se eu não possuir nada, senão as estradas e as estrelas do céu, como sendo o leito de repouso e o suave lençol, e ao meu lado ninguém existir, vivendo e chorando sozinho ao léu... Sem um alguém para me consolar direi, cantarei, ainda: Obrigada, Senhor, porque te amo e sei que me amas, porque me deste a vida Jovial, alegre, por Teu amor favorecida...
Obrigada, Senhor, porque nasci obrigada, porque creio em Ti. ...E porque me socorres com amor, hoje e sempre, obrigada, Senhor!
Postado por Roberio Cordeiro da Silva - Grupo Espírita Corrente do Bem/ Salvador - Bahia - Brasil


HORAS

TOTAL DE VISITAS