Google+ Followers

Redes

Allan Kardec

segunda-feira, 30 de agosto de 2010

CAMPANHA

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

O Centro Espírita Jesus de Nazareth está disponibilizando camisas em duas cores da Feijoada Solidária, quem puder colaborar com a nossa causa pode solicitar atraves do telefone acima ou diretamente no CEJN.

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

6º Congresso Espírita Mundial

Faltam menos de 2 meses. Participe! O evento se realizará de 10 a 12 de outubro de 2010 no Centro de Eventos Feira de Valência, na Espanha. Entre os palestrantes estarão Divaldo Franco, Raul Teixeira e Carol Bowman, pesquisadora norte-americana sobre reencarnação. O tema central abordado será "Somos Espíritos Imortais".
Para maiores informações, acesse http://www.congressoespirita.com.br/

ALBERTO ALMEIDA NO TVCEI


terça-feira, 24 de agosto de 2010

A FORÇA DO AMOR

BREVE VISITA DO CRISTO


Amigos e irmãos, abraço-os fervorosamente.

Nesta oportunidade, desejo compartilhar com os companheiros um fato relacionado ao suicídio que resultou numa serie de ações, desenvolvidas ao longo de 18 meses, aproximadamente, mas cujo desfecho superou todas as expectativas, mesmo as inimagináveis.

As regiões de sofrimento onde vivem os suicidas, de todas as categorias, são inúmeras e vastas nos planos do Espírito. brotam de um dia para outro, pois os excessos da Humanidade tem reduzido o tempo de reencarnação para um numero significativo de pessoas. Os atentados contra a manutenção da saúde, mental e psicológica atingem cifras realmente assustadoras.

A campanha EM DEFESA DA VIDA, conduzida pelos Espíritas, é ação que ameniza a situação. Mas algo mais intenso e abrangente, que envolva a sociedade, urge ser desenvolvido.

Assim, passamos ao nosso relato.

Localizamos em determinado nicho, em nosso plano, uma comunidade de suicidas vivendo em situação precária, em todos os aspectos. Chamava a nossa atenção que tal reduto de dor nunca reduzia de tamanho. Ao contrario, contabilizávamos um numero crescente, dia após dia. Procurando analisar a problemática por todos os seus ângulos, verificamos que no local, incrustado em espaço de difícil acesso, existia uma espécie de “escola” – se este é o nome que se pode utilizar – cujos integrantes se especializaram em indução ao suicídio: técnicas, recursos e equipamentos sofisticados eram desenvolvidos para que encarnados cometessem suicídio.

O suicida era, então, conduzido à instituição e, sob tortura, a alma sofredora fornecia elementos mentais que serviam de alimento à manutenção de diferentes desarmonias que conduzem o homem ao desespero.

Fomos surpreendidos pela existência de tal organização e estarrecidos diante do fato, de como a alienação, associada a maldade, pode desestruturar o ser humano.

Após tomar conhecimento dos detalhes, um plano de trabalho foi definido, depois que um mensageiro de elevada região veio até nós.

Durante algum tempo pelejamos para sermos adequadamente preparados, inclusive aprendendo a liberar vibrações mais sublimadas, a fim de fornecer a matéria mental e sentimentos puros que pudessem erguer um campo de força energético ao redor do local.

Almas devotas estiveram conosco permanentemente, instruindo-nos, fortificando-nos e nos revelando a excelsitute do amor. Entretanto, era preciso fazer algo mais. Desfazer a organização não representaria, em principio, maiores problemas; o desafio seria convencer os instrutores a não fazer mais aquele tipo de maldade. Várias tentativas foram enviadas, neste sentido. Orientadores esclarecidos da Vida Maior foram rejeitados e até ridicularizados. Nada conseguíamos com os dirigentes daquela instituição, voltada para a prática do suicídio.

Mas, a vitoria chegou, gloriosa, no final da tarde de domingo último, (1) quando, convidados a participar do encerramento do Congresso, aqueles dirigentes presenciaram a luminosidade do amor. Conseguiram, finalmente, ver o significado da vida, a sua importância e fundamentos.

Foram momentos de grande emoção que envolveu a todos nós, quando um nesga de luz desceu sobre os encarnados e desencarnados no exato instante em que todos, em ambos os planos da vida, se deram as mãos e cantaram em prol da paz.

A nesga de luz se alargou, cresceu, envolveu a todos. A força do amor jorrou plena e, em sublime explosão, rompeu o ar, circulou sobre a cabeça de todos, espalhou-se como poderosa onda para o além do recinto, ganhando a cidade.

Brasília se nimbou de luz, no ar, no solo, nas águas. À nossa visão estupefata e maravilhada parecia que uma nova estrela estava surgindo. Os seres da Criação, vegetais, animais e hominais, os elementos inertes, rochas e minerais, as construções humanas, prédios, edifícios, avenidas, bancos, repartições publicas e privadas, residências, tudo enfim, foi banhado por luz pura e cristalina que jorrava do alto.

Célere, a bela luminosidade espalhou do coração da Pátria para todos os recantos do Brasil, das Américas, da Europa, África, mais além, no Extremo e Médio Oriente, atingindo a todos os continentes, países e cidades. Alcançou os polos do Planeta, girou, em bailado sublime, por breves minutos ao redor da Terra e se prolongou mais além, em direção ao infinito.

Jesus tinha se aproximado do Planeta, em brevíssima visita de luz, amor e compaixão.

Jamais presenciei tanta beleza e tanta paz!

Com afeto.

Yvonne Pereira.

Mensagem recebida por Marta Antunes de Moura, na Federação Espírita Brasileira em 22 de Abril de 2010.

Reformador Ago.2010

(1) Domingo, 18 de Abril de 2010: dia do encerramento do 3º Espírita Brasileiro. Todos os presentes cantavam, emocionados, a música pela paz.

quinta-feira, 19 de agosto de 2010

Raul Teixeira na TVCEI

Assista neste domingo, 22/08, no "Coleção TVCEI"

Palestra "Uma visão da sexualidade, homossexualismo e prostituição", com Raul Teixeira. A homossexualidade, importante tópico da palestra, é destacada como conseqüência das escolhas do Espírito em aprendizado na caminhada evolutiva. Além disso, o orador enumera racionalmente os porquês de não alimentar preconceito contra homossexuais. No final da palestra, Raul Teixeira emociona a todos com sua prece – uma belíssima e espontânea releitura do "Pai Nosso".
Neste domingo, 22/08, às 20h. Não perca!
Também disponível em DVD. Para adquirir, clique aqui.

terça-feira, 17 de agosto de 2010

NOVA EDIÇÃO DE NOSSO LAR


A FEB lançou, no dia 12 de agosto, na abertura da Bienal Internacional do Livro de São Paulo, a edição especial da obra Nosso Lar, com nova capa, alusiva ao longa metragem. O lançamento contou com a presença de representantes das federativas estaduais, entidades especializadas, dirigentes e presidente da FEB, bem como imprensa espírita.
Informações: http://www.febnet.org.br/

sexta-feira, 13 de agosto de 2010

MÉDIUNS CURADORES L.M. CAP. XIV

Médiuns curadores

175. Unicamente para não deixar de mencioná-la, falaremos aqui desta espécie de médiuns, porquanto o assunto exigiria desenvolvimento excessivo para os limites em que precisamos ater-nos. Sabemos, ao demais, que um de nossos amigos, médico, se propõe a tratá-lo em obra especial sobre a medicina intuitiva. Diremos apenas que este gênero de mediunidade consiste, principalmente, no dom que possuem certas pessoas de curar pelo simples toque, pelo olhar, mesmo por um gesto, sem o concurso de qualquer medicação. Dir-se-á, sem dúvida, que isso mais não é do que magnetismo.
Evidentemente, o fluido magnético desempenha aí importante papel; porém, quem examina cuidadosamente o fenômeno sem dificuldade reconhece que há mais alguma coisa. A magnetização ordinária é um verdadeiro tratamento seguido, regular e metódico; no caso que apreciamos, as coisas se passam de modo inteiramente diverso.
Todos os magnetizadores são mais ou menos aptos a curar, desde que saibam conduzirse convenientemente, ao passo que nos médiuns curadores a faculdade é espontânea e alguns até a possuem sem jamais terem ouvido falar de magnetismo. A intervenção de uma potência oculta, que é o que constitui a mediunidade, se faz manifesta, em certas circunstâncias, sobretudo se considerarmos que a maioria das pessoas que podem, com razão, ser qualificadas de médiuns curadores recorre à prece, que é uma verdadeira evocação.

quarta-feira, 11 de agosto de 2010

1ª FEIJOADA SOLIDÁRIA


DIA 29 DE AGOSTO DE 2010 OCORRERÁ A 1ª FEIJOADA SOLIDÁRIA DO CENTRO ESPÍRITA JESUS DE NAZARETH EM BEBEFÍCIO DA CONSTRUÇÃO DE SUA COZINHA PARA MELHOR SERVIR NAS ATIVIDADES DE ASSISTÊNCIA SOCIAL QUE OCORREM SEMANALMENTE E ANUALMENTE, TAIS COMO: O SOPÃO TODAS TERÇAS E NATAL DAS CRIANÇAS TODO MES DE DEZEMBRO.
SEJA COLABORADOR TAMBEM, VENHA PARTICIPAR CONOSCO.
LOCAL: SALÃO DE EVENTOS DA LOJA MAÇÔNICA EDDEUS FEITOSA LEITE.
DOMINGO A PARTIR DAS 10h
ATENÇÃO: PARTICIPAÇÃO AO VIVO DA BANDA MPB NIGTH
TUDO ISSO POR APENAS R$ 5,00

terça-feira, 10 de agosto de 2010

ESTREIA NESTA TERÇA DIA 10 "A CURA" NA REDE GLOBO


O filão dos roteiros baseados em experiências espirituais tem rendido altos números de audiência. Além do recém-lançado longa "Chico Xavier - O Filme", cinebiografia do médium mais famoso do Brasil e que obteve recordes de bilheteria, da novela "Escrito nas Estrelas", que se estabiliza no horário das seis com um ibope satisfatório, e do filme "Nosso Lar", também baseado na obra de Chico Xavier, está prestes a estrear a série "A Cura", que vem inflar as crescentes estatísticas de produções sobre o tema. A primeira série de João Emanuel Carneiro e Marcos Bernstein - roteirista do filme sobre Chico Xavier -, é dirigida por Ricardo Waddington e estreia na Globo no dia 10 de agosto, no lugar do seriado "Na Forma da Lei".
Com um formato de thriller psicológico, a produção de nove episódios conta a história de Dimas, um cirurgião nascido em Diamantina, no interior de Minas Gerais, onde se passa a trama. O personagem vai embora da cidade ainda criança, acusado de matar um amigo de infância. No entanto, 20 anos depois, ele decide voltar para sua terra natal e descobre que tem o dom de curar doentes graves. Mas, misteriosamente, esses pacientes morrem em seguida. "Sempre tive vontade de contar a história de um curandeiro, essa figura bem brasileira, e Minas foi escolhida por ser uma terra de mistérios e segredos", justificou João Emanuel.
A história, que não é baseada em fatos reais, se passa em tomadas dos dias atuais e do Século XVIII, onde se destaca o personagem Silvério, um antepassado de Dimas, vivido por Carmo Dalla Vecchia. Para o personagem, o ator chegou a emagrecer 15 kg. Como um cruel minerador de ouro, ele protagoniza cenas de extrema violência. No desenrolar da história, o encontro dos dois personagens mostra um ajuste de contas ao longo dos séculos. "Estou fazendo esta série de poros abertos, descobrindo tudo no calor do trabalho e impregnado com essa atmosfera de mistério", filosofou Selton Mello.
Para contar essa saga na pacata cidade histórica, a Globo deslocou 150 profissionais, que participaram de 25 dias de gravações na região. Uma das principais locações é o hospital de Dr. Turíbio, vivido por Ary Fontoura. Ele é pai da correta Rosângela, uma médica amiga de infância de Dimas, vivida pela mineira Andréia Horta, que é noiva há sete anos de Camillo, interpretado por Caco Ciocler. "Tive de retomar meu sotaque mineiro e construir uma médica justa e muito honesta. O mais importante foi ter começado a gravar essa série em Diamantina para que a gente vivesse plenamente o tom dos personagens", avaliou a atriz.
Dimas acaba se envolvendo com a personagem de Andréia e sua vida se entrelaça com a do enigmático médico Otto, papel de Juca de Oliveira. Seu personagem é considerado um criminoso para alguns e santo para outros. "Dimas destrói o mundo perfeito em que Camillo vivia. Ele atrapalha sua vida pessoal e profissiona", adiantou Caco.
Sem efeitos especiais, realismo fantástico, conotações religiosas, mas com alusões ao catolicismo e ao espiritismo ao falar de vidas passadas, a produção mostra, com suspense, a dubiedade do caráter do protagonista. Com um elenco com nomes como Nívea Maria, Ary Fontoura, Ana Rosa e Luiza Mariani, entre outros, a cada episódio, a trama destaca a saga de um médico curandeiro que se surpreende com sua capacidade paranormal de curar com as mãos. "Vamos mostrar o imaginário brasileiro, o misticismo que faz parte das nossas vidas, principalmente no interior do Brasil", adiantou Ricardo Waddington.

domingo, 8 de agosto de 2010

REFORMADOR E PRODUTORES DE NOSSO LAR


TRECHO DA ENTREVISTA:
O lançamento do filme Nosso Lar é um fato marcante no ano do Centenário de Chico Xavier. A equipe que produziu o filme – Wagner de Assis, roteiro e direção, Iafa Britz, produção, e Luiz Augusto de Queiroz, produção executiva – comenta a superprodução cinematográfica sobre o livro best seller psicografado por Chico Xavier e destaca a expectativa para o lançamento no dia 3 de setembro

Reformador: Como ocorreu a adaptação do texto do livro para o filme?

Produção: O roteirista vê o filme antes de todo mundo, mas seu trabalho não é só escrever literalmente. É preciso pensar, tomar decisões criativas muito importantes. Portanto, a adaptação cumpriu alguns estágios de trabalho bem definidos – primeiro, o estudo minucioso do livro (e de todos os demais livros da Série André Luiz), seguido de reuniões com leitores para ouvirmos os seus sentimentos e percepções a respeito da história. Depois, tivemos a colaboração intensa da própria Federação Brasileira, que nos ajudou a manter o foco nas questões essenciais do livro. Por fim, o desenvolvimento da história já roteirizada, com o trabalho criativo sempre em busca do melhor para dramatizar, emocionar, entreter o público.

Reformador: Que experiências tiveram durante as filmagens?

Produção: Todo o processo do filme foi cheio de aprendizados,tanto a partir de percepções espirituais comodas relações entre as pessoas. Preferimos enfatizar este último aspecto, uma vez que entendemos que a harmonia entre profissionais de diferentes opções religiosas foi fundamental e maravilhosa. Vivemos experiências únicas de ver dias mágicos de filmagens, ver atuações importantes, enfim, quando a câmera liga é sempre um momento único.

terça-feira, 3 de agosto de 2010

ESPÍRITA & ESPIRITISMO - CRIADO POR ALLAN KARDEC


Para se designarem coisas novas são precisos termos novos. Assim o exige a clareza da linguagem, para evitar a confusão inerente à variedade de sentidos das mesmas palavras.
Os vocábulos espiritual, espiritualista, espiritualismo têm acepção bem definida. Dar-lhes outra, para aplicá-los à doutrina dos Espíritos, fora multiplicar as causas já numerosas de anfibologia. Com efeito, o espiritismo é o oposto do materialismo. Quem quer que acredite haver em si alguma coisa mais do que matéria, é espiritualista. Não se segue daí, porém, que creia na existência dos Espíritos ou em suas comunicações com o mundo visível. Em vez das palavras espiritual, espiritualismo, empregamos, para indicar a crença a que vimos de referir-nos, os termos espírita e espiritismo, cuja forma lembra a origem e o sentido radical e que, por isso mesmo, apresentam a vantagem de ser perfeitamente inteligíveis, deixando ao vocábulo espiritualismo a acepção que lhe é própria. Diremos, pois, que a doutrina espírita ou o Espiritismo tem por princípio as relações do mundo material com os Espíritos ou seres do mundo invisível. Os adeptos do Espiritismo serão os espíritas, ou, se quiserem, os espiritistas.
Como especialidade, o Livro dos Espíritos contém a doutrina espírita; como generalidade, prende-se à doutrina espiritualista, uma de cujas fases apresenta. Essa a razão porque traz no cabeçalho do seu título as palavras: Filosofia espiritualista.
ALLAN KARDEC

segunda-feira, 2 de agosto de 2010

Vício...

Os acontecimentos da vida, para se verificarem, sempre reclamam espaço e condições eletivas apropriadas. É assim que o bacilo de Koch, para se instalar e desenvolver, precisa encontrar um pulmão necessariamente enfraquecido, oferecendo condições e espaço para sua proliferação, provocando a tuberculose pulmonar.
No psiquismo humano ocorre situação idêntica. A mente desocupada, vazia de conteúdo útil, se torna fragilizada e oferece oportunidade ampla à ocupação de atividades inúteis, porque elas não reclamam quaisquer esforços.
A fé robustecida e a razão esclarecida dedicam-se à busca das respostas para as inquirições inevitáveis que a vida nos impõe: Qual a nossa origem? Por que existimos? Para onde iremos após a morte? Neste esforço incessante a fim de conhecer as respostas e sobre elas meditar, mantém a mente ocupada com assuntos de elevado conteúdo e importância, tanto intelectual como moral. Deste modo, não haverá espaço vazio que possa ser ocupado por experiências malsãs, frivolidades e prazeres ilícitos conducentes ao domínio de forças inferiores.
O vício se instala quando encontra espaço vazio nas consciências que, enfraquecidas pela ociosidade, se desinteressam pelos graves problemas da vida que atingem todas as criaturas.
Quando o viciado se dispõe ao interesse efetivo, na busca das respostas que expliquem sua própria realidade, estará retomando o espaço ocupado pela dependência a que se escravizou, e nesse esforço receberá a ajuda substancial dos Espíritos superiores, trabalhadores da caridade, incumbidos pelo Divino Mestre, que virão fortalecê-lo e estimulá-lo na luta até a vitória final. Se precisam se fortalecer, não devem desprezar nem esquecer os caminhos que Jesus veio oferecer aos homens. No “buscai e achareis”, que nos ensinou, está a dizer-nos que não basta suplicar através da oração a ajuda; será indispensável “buscar”, e ninguém poderá fazê-lo, mostrando-se indiferente e negligente.
Mesmo após instalar-se o processo da dependência, o viciado poderá vencê-la, ocupando-se gradualmente com o aprendizado das verdades eternas e das leis divinas que governam a vida, aplicando-se à leitura perseverante, sistemática e metódica dos livros que ensinam o Evangelho de Jesus. Do mesmo modo que poderemos substituir a água poluída de um recipiente, derramando nele aos poucos água limpa até que ocupe todo o espaço da poluída, a leitura sadia e interessada dos ensinos do Mestre irá gradativamente tomando o lugar das ideias viciosas, até sua total extinção.
Ânimo irmãos! Lembrem-se: Deus nos criou livres, oferecendo-nos o livre-arbítrio para escolhermos o próprio caminho! Como poderemos nos conformar com a escravidão ao que quer que seja? Não percam a fé! Iniciem a batalha pela libertação total, e a ajuda do Altíssimo não faltará!
(Por MAURO PAIVA FONSECA )

HORAS

TOTAL DE VISITAS